quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Odeio, ODEIO, O-D-E-I-O quando você muda comigo. Odeio quando você fica ainda mais distante do que já está. Tenho um ódio mortal quando o "clima" entre nós dois esfria, e eu não sei o que fazer pra torná-lo "quente" novamente. Odeio ver você se afastando tanto assim de mim e ser incapaz de te puxar de volta pra onde é o teu lugar: do meu lado.

Sem comentários:

Enviar um comentário